Por favor, alimente meus peixes clicando sobre a tela:

Que tal?

;

18 março 2010

PINÓQUIO VAI AO CÉU?


A fábula do Pinóquio nos conta a história de um boneco de madeira que deseja ser menino de verdade. Entretanto, parece que seu objetivo se torna cada vez mais distante, quando ele se mete em várias situações e apuros em que seu caráter é testado.
Em uma dessas situações, Pinóquio é desafiado a falar a verdade, e assim reconhecer seu erro, ou mentir para evitar a responsabilidade de suas escolhas. Pinóquio escolhe a mentira. O problema é que ao mentir, seu nariz de madeira vai se encompridando, revelando dessa forma sua culpa não somente pelo mal-feito, como também sua decisão pelo engano. E assim, ele vai mentindo e a si mesmo se acusando, mentindo e se culpando, mentindo até lhe brotar nas extremidades extensos galhos como de árvore, onde passarinhos podem fazer seus ninhos.
Assim também é a humanidade. Somos pessoas que diariamente decidimos pela mentira e engano para fugirmos de nossas responsabilidades ou mesmo de coisas banais. Mentimos para evitarmos atender um telefonema, mentimos para não irmos a um compromisso, mentimos pelo prazer de enganar alguém e, muitas vezes, ainda criamos justificativas para nossas mentiras.
E é dessa forma que o ser humano vai acrescentando culpa sobre culpa. Mentimos e nos culpamos, mentimos e, assim, vamos nos acusando... Nesse rumo diário homens e mulheres, jovens, velhos e crianças vão se fazendo condenáveis diante de Deus. E tal como basta um homicídio para que alguém se torne um assassino, também, da mesma forma, basta uma mentira para que todos sejamos considerados mentirosos.
Deus nos alerta que “os mentirosos não entrarão no reino dos céus” (Apocalipse 21.8). Jesus disse que o pai da mentira é o diabo (João 8.44), e, assim, os que a praticam são, portanto, seus filhos. O apóstolo João também diz que todo que ama e pratica a mentira não herdará a promessa de Deus (Apocalipse 22.15).
Então, o que fazer? Como podemos nos livrar desse julgamento e condenação? Jesus então nos responde; “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” (João 8.32). Somente pela verdade do evangelho de Jesus somos livres do pecado da mentira e, consequentemente, da condenação divina. E que verdade é essa? “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim” (João 14.6).
Conheça a Verdade. Conheça a Jesus. Se você deseja entrar no Reino dos Céus, creia que é Deus que tem colocado esse desejo em seu coração. Tenha em Jesus a garantia da eternidade: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem; eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão.” (João 10.27,28).

Rev. Marcos M. Hostins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Usage Rights

DesignBlog BloggerTheme comes under a Creative Commons License.This template is free of charge to create a personal blog.You can make changes to the templates to suit your needs.But You must keep the footer links Intact.